jusbrasil.com.br
13 de Dezembro de 2017

Acompanhe agora a votação do Impeachment

Jusbrasil
Publicado por Jusbrasil
ano passado

O Senado Federal se reúne nessa quarta-feira (31) para uma das votações mais importantes da sua história: a que decidirá a conclusão do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

https://www.youtube.com/embed/5KzF6JkgyF0

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

olha ao inves de terem preocupado com exelencia de dona dilma porgue esa corsas de estraga praseres nao vao saber ha onde esta o dinheiro gue foi roubado ende esta esse dinheiro tem muitas coisas ecomdida nesa presidencia um guerendo furar o olho do outro mas trabalhar mesmo nimguem guer e um protejendo o outro eo dinheiro correndo para todos os lados nao tem gue tirar nada de descimo terceiro tem gue sim e diminuir os salário deles tirar carros tirar jatimhos motoristas tirar as mordomias deles por todos pra prantar para ver o gue custa levantar as 5 da manha para eles verem como e vida mais eles nao tem coragem para isso deixem ha dilma em paiz deixa ela terminar o gue ela começou ela guer trabalhar os outros guer roubar deixem como esta voceis guerem viajar com nosos dinheiro. continuar lendo

Cambada de bandidos: se querem mudar o texto Constitucional teria de haver 66% do Senado aprovando isso e não 66% para cumprir a CONSTITUIÇÃO.

Mudaram a pergunta para criar uma dimensão de que o ilegal é que vale. Não o que VALE é a Lei em vigor e a lei é pela pena correspondente, não o contrário!!!

É imperativo que os senhores Advogados/Juízes do BRASIL tomem vênia imediatamente dos fatos e desenvolvam imediato MANDADO de SEGURANÇA contra uma decisão absurda e INCONSTITUCIONAL!

Tem que haver 66% de aprovação para modificar e não o contrário!
isso é um CRIME contra a CONSTITUIÇÃO! continuar lendo

Esclarecendo: se a lei em vigor diz uma coisa e "querem mudá-la", a mudança tem de ter 66% de aprovação, não o contrário. Portanto, para DILMA não cumprir o que diz a Constituição (não ter a pena) a votação dela teria de ser 66% e não foi! Foi 42 a favor da Lei e 36 contra. Ou seja, 36 é menor que 66% de 81 = 54 votos! Portanto, isso não pode ser feito!
O SENADO não decidiu isso, pois a maioria de 66% pela mudança não foi atingida! continuar lendo