jusbrasil.com.br
17 de Agosto de 2022

Você já parou pra pensar sobre a gestão de processos do seu escritório?

Jusbrasil, Advogado
Publicado por Jusbrasil
há 3 anos

Por Ticiana Amorim

Mais tempo para focar no que realmente importa. Esse é o objetivo da maior parte dos advogados e profissionais operadores do direito no nosso país. Por que? Porque em todas as esferas da justiça no nosso país, principalmente na advocacia, o profissional precisa realizar uma série de atividades que não envolvem o caso jurídico em si.

O impacto disso é tão grande que existem advogados que por vezes questionam se, de fato, são advogados mesmo ou profissionais da área administrativa que apenas executam atividades repetitivas e não jurídicas no seu diaadia.

Administrar os recursos disponíveis em uma organização. Esse é o conceito formal de gestão, mas que na prática a gestão nada mais é do que o esforço de tornar as atividades de uma organização menos dependentes das pessoas que estão ali.

Ou seja, não pode ser Dr. João o único a saber realizar tal procedimento ou deter determinado conhecimento. A organização em si, o departamento, o escritório, a entidade subjetiva deve ser a detentora de tais conhecimentos. E por isso, a necessidade de deixar as atividades registradas em processos, procedimentos, torná-las transparentes e compartilhar com todos. A organização tem que ser capaz de existir ainda que todos os colaboradores sejam trocados. Esse é o ponto ideal da gestão.

Quando somam-se a necessidade de mais tempo para focar no que realmente importa, com a quantidade de atividades repetitivas do dia a dia, o resultado que vem é um só: tecnologia. A tecnologia não ganha espaço no mundo jurídico exercendo o ato de pensar a respeito das leis, dos códigos, dos julgados, dos procedimentos. Ela ganha espaço realizando as atividades operacionais e repetitivas, que estão fora do âmbito jurídico, para que você possa exercer a sua paixão.

Um software nunca vai conseguir aplicar paixão a uma peça, jamais conseguirá pensar em uma estratégia para um caso baseando-se no comportamento humano ou emitir uma sentença com toda a experiência e preparo de um juiz, por exemplo.

Lembre-se: a gestão é para fazer a instituição não depender de pessoas pra existir, mas a instituição só tem vida com as pessoas. Então a tecnologia deve ser o pano de fundo, o meio pelo qual tudo está funcionando para que haja tempo para o ser humano fazer o que melhor faz: pensar.

E onde entra a gestão de processos nisso tudo? O caso jurídico é o cerne. É o centro que perpassa tantas esferas diferentes e por isso para ele é preciso que haja uma inteligência tecnológica específica para ele. Algo que um software de gestão do escritório não supre. O que não significa que ele não seja necessário.

O ponto aqui é: uma padaria pode ter um software de gestão que irá cuidar dos pedidos, das contratações, dos gastos, mas ele não vem com um módulo especializado para automatizar a produção dos pães, em tudo que não necessita do talento do padeiro. Concorda? Mas acreditamos que na advocacia dá pra ir além.

É possível oferecer uma gestão completa do processo, da citação à execução, passando pelo monitoramento das publicações, acompanhamento dos prazos, tarefas específicas do processo, modelos de peças, jurisprudências para as peças e cada vez mais entregar a informação jurídica certa, no momento certo para cada cidadão do nosso país, e é claro, em especial aos operadores do direito no Brasil.

Então sim, somos muito mais do que a plataforma que você busca a jurisprudência ou pública seu artigo. A Jusbrasil entrega hoje o monitoramento da sua OAB com cobertura em mais de 450 diários oficiais do Brasil de graça. Sim, não por tempo determinado, sem cota de publicações ou diários. Ilimitado e gratuito. Porque o acesso à informação, principalmente uma informação crucial como uma publicação, deve ser simplificado e um direito de todos.

Somos a maior comunidade jurídica do mundo e queremos nos tornar ainda mais presentes no seu diaadia, por isso trouxemos nesse artigo a nossa visão sobre a importância da gestão do processo e o por que de oferecermos o Escritório Online, a nossa plataforma de gestão do processo gratuita, na qual você consegue visualizar suas publicações, criar compromissos, prazos, audiências, reuniões, gerir seus contatos, realizar tarefas de graça e à sua disposição.


Se você se interessou em receber suas publicações com cobertura nacional, e não apenas regional, clique aqui, valide sua OAB e comece a otimizar seu tempo para focar no que realmente importa: o exercício da advocacia.

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região TRT-2: XXXXX-38.2018.5.02.0323 SP

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Jurisprudênciahá 3 meses

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Recurso Ordinário Trabalhista: ROT XXXXX20205010265 RJ

Modeloshá 3 meses

Modelo de Inicial Alimentos ex Cônjuge

Maria Fernanda Correa, Advogado
Modeloshá 4 anos

Modelo de Petição de Divórcio Litigioso

Camila A. Sardinha Rodstein, Advogado
Artigoshá 7 anos

Advogando sozinho

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Ótimo artigo! continuar lendo

Tentem vcs do JusBrasil a fazer o cadastro! Vão sofrer para cadastrarem,a data de nascimento continuar lendo

Olá Valmir, Tici da Jus aqui, acabei de verificar qual era o comportamento que estava acontecendo na etapa de data de nascimento, identifiquei e iremos alterar! Seu comentário nos alertou e fez total diferença pra gente! @cordeirovco continuar lendo

Não sou advogado mas, tenho convicção que, se fosse, teria argumentos o suficiente para defender qualquer tese.
Aos poucos as entidades, juridicaa ou não, começam a ver que o individualismo atrasa o progresso quer seja material ou moral.
Quando digo moral, me refiro ao comportamento do individuo na empresa na qual trabalha.
Softwares jamais substituirão a participação efetiva de um ser humano.
Sempre fui e serei da opinião que uma repartição púbica ou privada não deve ter chefes, mas, uma equipe que trabalha e divide competências. continuar lendo