jusbrasil.com.br
16 de Setembro de 2019

A advocacia vai acabar?

Onde estão os robôs e outras tecnologias que causam tanta ansiedade nos advogados?

Jusbrasil, Advogado
Publicado por Jusbrasil
há 4 meses

Texto por Maurício Morais

Quem não adora tecnologia? Neste texto mostraremos uma saída bem prática pra você surfar essa onda tecnológica. Começando hoje.

A ideia é responder hoje o que esses futurólogos do Direito não estão te contando nem sob protesto:

Qual meu próximo passo?
Por que é tão difícil inovar no seu escritório?
Como aplico “essas paradas” no meu dia a dia?

Nesses últimos anos a forma com que as pessoas enxergam essas promessas tecnológicas tem mudado, assim como a noção de como devemos agir diante delas.


Previsões não enchem barriga

Direito lida com informação.

É uma quantidade enorme de dados, textos, cálculos… Prato cheio para quem trabalha com TI (tecnologia da informação).

Quem sabe o mínimo de informática consegue imaginar mil cenários e processos que podem ser otimizados e automatizados.

Junte isso com umas pitadas de Inteligência Artificial e pronto!

Você tem a receita para centenas de horas de conversa sobre as possibilidades.

Por isso recentemente bombaram tanto os eventos de tecnologia no Direito.

Mas por mais didáticos que os palestrantes fossem em explicar os conceitos tecnológicos, sempre fica a mesma dúvida.

O que eu faço agora? Qual o próximo passo?
Você já me convenceu que a tecnologia está chegando com força e vai revolucionar tudo, mas e agora?

Nenhuma sugestão era suficiente…

O evento parecia mais voltado a alimentar as ideias dos profissionais de TI.

Para os escritórios de advocacia, não restavam muitas dicas práticas.

O que fazer? Preparação para tecnologia e Primeiro passo

Tem muita coisa boa prontinha pra você!

O Bondinho da Tecnologia está chegando.

Você pode fazer algumas coisas pra garantir sua passagem e sair bem na frente.

Antes de surgirem ferramentas com inteligência artificial disponíveis a todos e popularizadas, que qualquer um vai conseguir usar, você já vai poder ganhar muito dinheiro com isso e aproveitar essa vantagem estratégica em relação aos seus concorrentes.

Mas como se preparar?

O primeiro passo é eliminar alguns fatores que podem estar matando a inovação no seu escritório.

Time Nerd + Fundo inovação

Reúna os nerds! :)

Tenho certeza de que no seu escritório tem uma ou mais pessoas que são malucas por tecnologia!

Chame essas pessoas e crie uma frente de inovações no seu escritório.

Dê certa autonomia e tenha um fundo reservado para testar programas e serviços inovadores.

Caros nerds, vocês têm R$ X por mês e tantas horas para testarem produtos e serviços inovadores no escritório.

Não me desapontem! Quero ver isso aqui voando ou corto o café.

Brincadeira. Também me solidarizo com o corte do café.

Não precisa ir tão longe, mas poder testar novas tecnologias já vai ser motivação mais que suficiente para algumas pessoas.

E o fundo é um bom investimento, pois você pode até perder dinheiro com algum serviço que não deu tanto resultado para seu escritório, mas uma hora vai acertar e o resultado vai ser incrível.

Faça testes. Não tenha medo de arriscar.

Dizem que Walt Disney nunca respondia “não” para uma ideia.

Ele sempre dizia: “Por que não?!”

Pequenos testes, contidos, com orçamento definido, com prazo definido e com uma base para comparação são uma ótima maneira de testar coisas diferentes na sua empresa.

Diminua sua inércia

Agilidade é fundamental.

Já comentei em outros momentos que inércia, além de ser um conceito físico, também é algo que se aplica aos negócios.

Quanto maior a inércia, mais difícil é mudar o movimento.

Quanto maior a inércia, menor a agilidade.

Parcerias, estrutura maior, mais funcionários, mais clientes, servidor empoeirado, etc aumentam a inércia da empresa.

Com uma inércia maior, fica mais difícil mudar de direção e adotar novas tecnologias.

Vejo alguns advogados mais jovens reclamando:

“Meu escritório não deslancha porque não tem estrutura.”

Isso não é desculpa!

Escritórios pequenos e ágeis estão tomando conta do cenário e conseguindo testar diferentes estratégias rapidamente.

Mesmo que você tenha um escritório grande e estruturado, existem várias formas de diminuir a inércia e de aumentar a velocidade das decisões e mudanças de rumo.

O próximo ponto é fundamental para você diminuir sua inércia e se colocar numa posição em que as inovações tecnológicas vão chegar antes em você.

A Nuvem! Programas online vão te colocar na frente

Fuja dos programas instalados!

Na Cálculo Jurídico praticamente todos os programas que usamos são online. Todos pelo navegador.

Se um notebook quebrar, for roubado, invadido, etc. Tudo está seguro e teremos acesso novamente em segundos.

Infelizmente ainda tem gente que não entende que essa infraestrutura de “nuvem” geralmente já tem muito mais garantias e segurança que um computador local e um técnico de informática parceiro dando suporte.

Comece agora! – Geração automática de documentos no seu escritório

Gerar procurações, contratos, peças e outros documentos são tarefas repetitivas e que tomam um tempo enorme no dia a dia do escritório.

Na tentativa de facilitar isso existem os modelos de documentos.

Existe um mercado enorme de modelos de documentos para advogados. Alguns modelos são bem ruinzinhos, mas outros modelos foram pensados e melhorados durante anos por vários profissionais, acompanhando a jurisprudência e fazendo uma curadoria dos modelos.

Os melhores escritórios usam essa abordagem incremental, visando poupar trabalho e melhorar sempre a base técnica dos documentos.

O que poucos escritórios sabem é que o melhor programa para geração automática de documentos que existe é brasileiro.

Mas você não saber disso é até é de se esperar. Seus concorrentes provavelmente não vão querer te passar essa dica.

Alguns anos atrás, meu amigo e veterano do ITA, o Leonardo, criou com seu sócio o Dr. Alexandre um programa para resolver de vez esse problema.

Eles deram o nome para o programa de Jusbrasil Automação, que vai ser lançado através da plataforma do Jusbrasil em breve.

Sem mais passar horas escrevendo documentos e mantendo modelos.

Acabaram os dias daqueles arquivos do Word com um monte de grifos amarelos!

O programa deles é muito completo. Vou explicar rapidinho todo o processo para você automatizar a geração de um documento.

São 3 passos:

  1. Você cria a entrevista
  2. O advogado preenche a entrevista pra gerar o documento final
  3. Comemora, porque são só 2 passos mesmo

Passo 1 – Criar a Entrevista – Formulário amigável

Você começa criando uma entrevista.

Ela pode ter como base até um modelo de documento que você já usa no escritório. Assim fica bem fácil:

Essa entrevista é cheia de lógicas e condicionais.

Ela é uma forma amigável de preencher os dados do caso.

Ela vai mostrando e ocultando perguntas de acordo com as respostas que você dá.

Os campos também têm validação e não deixam você preencher o salário do cidadão com:

[ R$ Banana,00 ]

Passo 2 – Preencher a entrevista para gerar o documento final

Quando preenchida (de forma rápida), ela usa a inteligência para gerar os documentos:

Pronto! Você automatizou a sua geração de documentos.

Agora é só preencher as entrevistas e gerar um monte deles, com tudo certinho.

Vantagem estratégica

Esse processo te dá uma vantagem enorme, pois:

Enquanto um corpo técnico pode manter a entrevista e a lógica atualizada, fazendo reuniões técnicas regulares:

Os outros advogados focam nos detalhes de cada caso sob sua responsabilidade.

No dia a dia, eles preenchem os dados necessários da entrevista e aumentam várias vezes sua produção de resultados.

Isso evita todo o trabalho repetitivo e os advogados focam no que realmente importa, o Direito e o atendimento de primeira ao cliente.

A peça sai muito boa: O texto sai com os trechos necessários, os dados de forma clara e com uma redação que faz sentido através dos algoritmos de concordância textual.

Demais, né?

Quer saber outra vantagem disso?

A sua base de dados dos processos, peças e documentos vai crescendo.

Com o tempo, você vai armazenando os dados de maneira organizada e não ficam perdidos no meio de um texto. Ficam em uma base de dados esperta.

E isso traz infinitas possibilidades! Consegue imaginar?

No futuro, você vai poder cruzar esses dados de entrada com probabilidade de sucesso de ações, adicionar inteligência artificial para procurar jurisprudências e dar alertas para auxiliar o trabalho dos advogados…. as possibilidades são gigantes.

E te garanto que o pessoal do Jusbrasil Automação está bem de olho nessas tendências (surpresas virão!).

Obs:

O Leo está pra lançar o Jusbrasil Automação em breve para todo o Brasil e vai fazer um WorkShop super legal antes. Saiba mais.

Mas, mesmo se você não quiser começar criando um cenário de ficção científica com o JusAutomação no seu escritório, dá pra começar mais simples e já ter um impacto!

Olha só…

Comece mais simples – Máquina de Documentos do dia a dia

Se você quiser, pode começar bem mais simples.

Os casos de sucesso do Jusbrasil Automação já envolvem cartórios e escritórios que começaram automatizando os documentos mais simples como procurações e contratos mais padronizados.

Eles conseguiram reduzir pela metade o tempo gasto com procurações em um escritório de Curitiba. O resultado ao final de um ano é bem visível no faturamento.

Além disso, como as informações de entrada das entrevistas ficam guardadas de forma organizada e de fácil acesso, fica moleza responder aquelas perguntas que aparecem o tempo todo no escritório e às vezes até travam o trabalho:

Até quando mesmo é válida aquela procuração?

Em segundos você tem a resposta.

É uma vantagem prática e estratégica enorme em relação aos outros escritórios, que vão ter que pedir pro estagiário acessar o .docx no Word ou email pra conferir a informação.

Genial, não é mesmo?!

Então se você quer entrar no Bondinho da Tecnologia, posso te garantir que o Jusbrasil Automação é uma ótima maneira de ter um bilhete!

É isso! Sua grande chance de mudar as coisas no seu escritório, sem ficar esperando a "onda da tecnologia" chegar com força.

Se quiser ver a versão integral desse texto, clique aqui.

Para se inscrever e ter a chance de testar o Jusbrasil automação, clique aqui.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)