jusbrasil.com.br
22 de Abril de 2019

[Ranking Jusbrasil] - Descubra os TOP Autores de outubro!

Jusbrasil, Advogado
Publicado por Jusbrasil
ano passado

Olá, Jusbrasileiros! Tudo bem?

Vocês estavam tão ansiosos quanto nós para descobrir quem foram os TOP autores Jusbrasil no mês de outubro?

Sem mais delongas (nosso dom de enrolar e chamar o comercial não é muito bom), aqui está o ranking!

Parabéns aos nossos novos (e aos que se mantiveram no ranking também) TOP Autores! Maysa Martimiano, Ciências Criminais, Kleber Madeira, Dr. Multas, Correção FGTS, EBRADI, Exame da OAB, Fátima Burégio, Pedro Magalhães e José Herval. Sucesso para todos!

Alguns detalhes que precisam ser ditos sobre o ranking:

  • A fórmula que gera a pontuação de cada autor, leva em consideração algumas ações como: quantidade de documentos postados no mês vigente do ranking, recomendações nos artigos, comentários, respostas aos comentários e etc.

  • O ranking sempre será postado na primeira semana do mês seguinte! (Com exceção desse mês, é claro! rs) Ex: O ranking de novembro será postado na primeira semana de dezembro!

  • As regras para elaboração do ranking, podem ser mudadas posteriormente! Afinal, por se tratar de um ranking, podemos notar que alguns ajustes tornariam a competição mais justa! Estamos abertos a sugestões!

E por último, mas não menos importante, gostaríamos de ver você nesse ranking aí ein?

Comece a postar no Jusbrasil! É super fácil. E o melhor: é 100% gratuito! Qualquer dúvida, entrem em contato com a Sofia, ela é a nossa educadora e ficará bastante feliz em lhe ajudar!

17 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Deixo como sugestão que levem em conta outros critérios, como por exemplo, número de acessos, (alcance), e não necessariamente o número de postagens ou recomendações de um autor. Afinal, muita gente não possui tanto tempo assim para postar conteúdo, mas de vez em quando aparece trazendo alguma novidade que acaba tendo muito mais alcance do que muitos textos aqui que simplesmente são replicados de outros sites.

Aliás, esse é outro ponto que chama a atenção. Muitos autores aqui no Jusbrasil simplesmente copiam e colam notícias de outros portais jurídicos e colocam ao final (Fonte: ...). Não que isso seja um problema, mas deveria haver uma valorização maior para quem elabora um conteúdo, quem estuda a matéria, enfim, desenvolve de alguma forma. Mês passado elaborei alguns conteúdos que tiveram enorme alcance (e discussões), assim como artigos de outros colegas, e não vejo tanto reconhecimento assim, ao que parece, eles não foram considerados. Valorizem mais a produção de conteúdos, são eles que fazem a diferença!

Abraços à Equipe! continuar lendo

@lucasdomingues Muito obrigado pelo seu comentário!

Gostaria de dizer a você e á todos que pensam da mesma forma (acredito que você não é o único com essa opinião), que já estamos repensando alguns de nossos critérios para elaboração do ranking.
O time aqui no Jus concorda com a sua perspectiva e acreditamos que realmente devemos dar um peso maior (pontos) para quem pública documentos autorais! O maior problema disso, é mensurar o que é autoral ou não todos os dias! No mês passado por exemplo, tivemos mais de 3 mil publicações de mais de 1k de autores diferentes!
Mas fiquem tranquilos! Estamos trabalhando para isso e acredito que o próximo ranking já virá otimizado nesse sentido!

Abraço Lucas! continuar lendo

Lucas,

Acho pertinente seu comentário, mas acho que cabe uma ressalva.

A plataforma do jusbrasil agrega várias útilidades, entre as quais, se propoe a ser um portal de notícias, tanto que nas publicações o autor deve escolher rigorosamente entre as modalidades: notícias, artigos e modelos e peças.

O jusbrasil, inclusive, é uma ótima plataforma de artigos autorais, na minha humilde opinião a melhor. Contudo há leitores que buscam também notícias diárias sobre temas correlatos ao direito, política e legislação e ja dizia a maxima jornalistica 'notícia velha não é noticia' e voce deve concordar comigo que notícias podem e devem ser fomentadas em todos os meios pertinentes e deve-se ter o cuidado de citar a fonte em respeito ao autor primario.

Além disso, chamo a atenção ao fato do fluxo de notícias ser bem maior em volume que o número de artigos e isso naturalmente confere mais leituras, recomendações e tudo mais!

Forte abraço, continuar lendo

Maysa, eu não desmereci as notícias, elas são importantes, mas destaco que os artigos em si demandam uma força de trabalho intelectual e tempo muito maiores. Demoram infinitamente mais para serem elaborados, demandam o acesso de um público mais restrito, e por aí vai. Por isso, acredito que a produção de conteúdos próprios deve ser valorizada, uma vez que é um trabalho gratuito e transmitido diretamente aqui no site.

Acho interessante o Jusbrasil estabelecer uma distinção, ou categorias, entre notícias, artigos e modelos de peças, como você mesmo mencionou. Tenho alguns modelos de peças que postei no ano passado e até hoje têm um bom número de acessos diários, mas tal conteúdo não se confunde com o dos artigos ou das notícias. São públicos diferentes.

Abraços continuar lendo

Concordamos com você, Lucas !!
Nós passamos por isso! A pessoa entrou no nosso site, pegou nosso artigo, copiou e colou aqui no JusBrasil. Fizemos a reclamação para o portal, mas até hoje não tivemos retorno deles!

Repostar conteúdo de outras pessoas é muito fácil... só exige saber apertar Ctrl C + Ctrl V....

Nem sempre quantidade e qualidade andam juntos!

Abraços! continuar lendo

Gostei, vibrei de alegria por ver meu nome figurar neste espaço!
Ufaaaa!
Missão (íntima) cumprida!
'Guenta' coração!!!!
Um dia eu sonhava em escrever para um portal como o Jusbrasil!

Hoje, tenho o privilégio de ver meu nome figurar ao lado, coladinhoooooo ao nome de sabe quem? Do ilustre Professor José Herval Sampaio!
Isto é realmente muitooooo bom!
Momentos eternizados em meu coração, viu?

Beijoqueira que sou: mando um beijinho para meus leitores e toda a Equipe linda do Jusbrasil!
Vou comemorar!!! continuar lendo

Parabéns, querida!! continuar lendo

Talvez não existam palavras suficientes e significativas que me permitam agradecer ao jusbrasil com justiça e devido merecimento. Afinal esse portal jurídico tem sido para nós de valor inestimável.

Apenas podemos nos expressar através da limitação de meras palavras, e com elas prestar este humilde, mas sincero, agradecimento ao jusbrasil, a todos os fiéis leitores da plataforma, aos colegas da profissão jurídica e também de outras tantas outras profissões e aos moderados que tanto nos ajudam.

Há pouco mais de um mês nos tornamos autores ‘novatos’ na plataforma, de lá pra cá, nossas publicações já lograram alcançar cerca de 25.000 visualizações, o que mostra a força desta startap jurídica.

Agradeço especialmente os atuais 381 seguidores que acreditam e curtem assiduamente no trabalho. Agradecimento especial também à autora, comentarista e colega Camila Vaz pela inspiração, a Silvio Alexandre Porto pelos comentários intensos e participativos. Em nome de Vanessa Bastos, Luan Mesan, Fátima Bugério e Natalia Oliveira estendemos agradecimento especial a todos os colegas autores a quem nutrimos imenso carinho e apreço.

Muito obrigada!

Com todo o carinho e de coração eu lhes agradeço

Maysa Martimiano continuar lendo

Maysa,
Vc é linda suas palavras emanam doçura e... já falei o restante por conversa privada!Rsrsrsrsrss
Seu título é merecidíssimo!
Quando eu crescer, quero ser igual a você! continuar lendo

"Óia nóis aí"!

Já são 2 anos de JusBrasil, 190 artigos autorais e 164 notícias publicados.

Tenho orgulho de fazer parte do time JusBrasileiros e de ver como a plataforma cresce cada vez mais.

Vamos em frente, crescendo sempre! continuar lendo